segunda-feira, 13 de maio de 2013

O fim, quando começa algo novo

A imaginação do Michael Ende é muito bonita.

Quando li A História Sem Fim, foi um daqueles momentos raros e mágicos na vida em que você não está apenas lendo, mas reconhecendo uma história que parece existir dentro de você desde sempre, mas você não sabia.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Conforme a ordem e os costumes do moinho

Krabat.
Li em dois dias.
A história, que parece simples desde o começo, tem um jeito de te amarrar a ela assim como Krabat e os outros meninos estão presos ao moinho de Koselbruch.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

O mundo não é o que você pensa que é

Depois de um longo silêncio, volto ao blog, e para falar de RPG.

Minha jornada com o RPG é antiga, desde 1996 ou 1997, quando eu era adolescente e já sonhava com histórias. Na verdade, já escrevia algumas histórias num caderninho surrado que achei outro dia dentro de uma caixa num armário velho. Desde sempre, sonhando com histórias.